Banner Clube Sportivo Capelense

Facebook:

Política de privacidade
Mapa do Site

Capelense volta motivado e confiante

 

Um time totalmente modificado em relação ao que disputou o Campeonato Alagoano da 2ª Divisão este ano e sagrou-se campeão. Assim será o Capelense para brigar no Campeonato Alagoano 2009 (1ª Divisão). Nem o técnico Neto Maradona continua para a próxima temporada. Mesmo renovado, o representante da cidade de Capela volta motivado à elite do futebol de Alagoas e disposto a brigar pelo quinto título no Estado. Explica-se: o Capelense tem três títulos da divisão principal (59/62 e 89) e um da 2ª Divisão (2008). “Vamos em busca do quinto”, afirma o presidente do clube, José Cláudio.

Ele vai mais além, ao dizer que é pé-quente e que já conseguiu abocanhar três campeonatos estaduais, quando jogava no CSA, e um quando era supervisor do Azulão. “Então, já tenho mais quatro títulos”, gaba-se.

O lançamento de duas campanhas a fim de conseguir sócios para o Capelense, denominadas Torcedor Fiel e Vermelhos de Paixão. Essa é uma das novidades que o departamento de Marketing do clube, implantado recentemente, tendo à frente Wellython Martins, ex-diretor de Marketing do CSA e radialista, está programando para a volta do clube de Capela à elite do futebol alagoano.

“Essas campanhas serão lançadas no dia 1º de janeiro de 2009.

Paulinho e sua passagem pelo São Paulo

Entre os reforços que vão defender as cores vermelha e branca do Capelense existe um jovem com uma história que poderia ter rendido bons lucros e fama: o meia Paulinho, 25 anos, que jogou nas divisões de base do hexacampeão brasileiro São Paulo. E mais: ao lado de craques como Kaká, eleito o melhor do mundo no ano passado, Kléber, Júlio Batista, entre outros que hoje brilham no futebol brasileiro e mundial.
“Joguei no infantil, no juvenil e no juniores do São Paulo, de 1998 até 2003, ao lado desses jogadores”, revela o atleta, natural de Maceió. Questionado sobre como se deu a sua ida para o clube paulista, ele diz: “Fui treinar no CT do São Paulo, uma espécie de escolinha que havia em Maceió. E de lá fui para o São Paulo, em 1998”.

Fonte: Gazeta de Alagoas

Veja mais: Capelense empata seu primeiro jogo amistoso


CLUBE SPORTIVO CAPELENSE 2008 - 2013 PRODUZIDO POR CARLOS ANDRÉ