Banner Clube Sportivo Capelense

Facebook:

Política de privacidade
Mapa do Site

Campeonato Alagoano de 1979

 

Participantes:

- Agremiação Sportiva Arapiraquense - ASA (Arapiraca)

- Associação Sportiva SÃO DOMINGOS (Maceió)

- Centro Social e Esportivo - CSE (Palmeira dos Índios)

- Centro Sportivo Alagoano - CSA (Maceió)

- Centro Sportivo CAPELENSE (Capela)

- Clube de Regatas Brasil - CRB (Maceió)

- FERROVIÁRIO Atlético Clube (Maceió)

- Sport Club PENEDENSE (Penedo)

- Sport Club SÃO SEBASTIÃO (Porto Calvo)

O artilheiro do Campeonato Alagoano de 1979 foi Gilmar, jogador do CSA com 26 gols marcados.

CRB 2X0 CSA

A vitória valia para o Clube de Regatas Brasil o titulo de tetra campeão alagoano, o segundo da sua história. O Centro Sportivo Alagoano queria de qualquer maneira impedir a conquista regateana. O time da pajuçara dirigido por Jorge Vasconcelos tinha um excelente conjunto e muitos bons valores. Sua base era a prata da casa. Todos tinham lutado para chegar a grande decisão que valia um tetra campeonato, e não seria naquela partida que deixariam a peteca cair.

No começo do jogo, o CRB parecia nervoso, inibido, se deixando envolver pelo CSA. Depois dos dez minutos, o jogo ficou igual e com o decorrer do tempo, os alvi rubros passaram a comandar as ações. Mesmo assim, os azulinos perderam uma grande chance através do perigoso Almir. O clube da praia também teve suas oportunidades com Jorge da Sorte e Alberto. Com mais vontade de vencer o jogo, o CRB abriu a contagem através de um lance infeliz. Um desencontro entre o goleiro Samuel, que saiu mal de sua meta, e o zagueiro Zé Luiz, que atrasou a bola no meio do gol. Samuel havia saído para o lado e a bola entrou mansamente nas redes azulinas. A torcida comemorou como se já tivesse conquistado o titulo. A confiança era tanta que já se ouvia o grito de :”é campeão”. Um era pouco. A torcida queria mais.

No segundo tempo, houve mudanças apenas no CSA. Saiu Ezio e entrou Peu, o garoto revelação. O CRB jogava bem e o treinador Jorge Vasconcelos manteve os mesmos jogadores. Precavido na defesa, o CRB esperou o desespero do CSA para em contra ataque rápido com o trio Jorge da Sorte. Alberto e Silva, selar o destino do campeonato. E foi o ponteiro Silva quem marcou o segundo gol depois de boa trama do ataque alvi rubro. O titulo era mais que um prêmio para seu treinador Jorge Vasconcelos que acreditou nos valores da casa e usou nada mais nada menos do que nove jogadores da terrinha.

Ficha Técnica

Competição: Campeonato alagoano de 1979
Data: 21 de setembro de 1979
Local: Estádio Rei Pelé
Jogo: CRB 2 x CSA 0
Gols: Zé Luiz contra e Silva
Árbitro: Arnaldo Cesar Coelho

CRB – tetra campeão: Cesar. Cícero Besouro. Flavio. Marcus e Carlinhos do Pontal. Eneas e Patinha. Jorge da Sorte. Alberto e Silva.

CSA: Samuel. Evaristo. Zé Luiz. Beto e Luizinho. Belisco (Luis Carlos) e Ezio (Peu). Enio Oliveira. Almir e Gilmar.

Por Lauthenay Perdigão

CRB campeão alagoano de 1979

CRB é o Campeão Alagoano de 1979


CLUBE SPORTIVO CAPELENSE 2008 - 2013 PRODUZIDO POR CARLOS ANDRÉ